O Cromo Informatico

terça-feira, março 28, 2006

Steve Ballmer contra-ataca

steve ballmerNuma entrevista dada à Forbes, Steve Ballmer ataca o Linux e a Comunidade com aquele saber de quem não sabe, pensa que sabe e está até bastante confiante naquilo que diz. A mim parece-me um "Tuga" "Kota" numa tasca a discutir aquele assunto que ele não percebe nada, mas vai até à violência para reivindicar a sua ideia. Anyway...

O jornalista começa por perguntar-lhe, porque é que as pessoas continuam a pagar por software que a Microsoft faz, se já existe um equivalente para cada uma dessas aplicações. Ballmer responde que as pessoas valorizam o seu tempo e que o seu pessoal faz mais.

Eu tive, não há muito tempo que arranjar uma copia ilegal do windows, para instalar um modem icedata 500, porque fiquei através do router e quis confirmar (o suporte técnico solicita!).
Infelizmente o que eu consegui foi o 2000 com service pack 2...
Não queiram. Quando acabei a instalação, nem me preocupei com o resto instalei o modem e tentei aceder a net. O sasser foi o primeiro depois comecei a receber avisos, tipo pop up's do windows, sei lá de onde a dizerem que o regestry estava danificado e que tinha que ir a um site manhoso buscar uma aplicação, porque senão o windows ia abaixo. Bem dito bem feito! o modem desliga as luzes, perdi a ligação, o ambiente de trabalho desaparece...

c:\format c:

O bom e velho comando. Só por curiosidade é bastante usual as pessoas que trabalham mais com windows conhecerem este comando, o que elas não sabem é que por traz disto está uma limitação do windows: só pode ser instalado na primeira partição primária.
Continuando...

À segunda, e depois de ir buscar um anti-vírus e firewall velhinhos que tinha lá por casa, lá consegui aceder à internet e fazer o upgrade ao firmeware do router.

Hoje, a partição ainda lá está. Já tem uma firewall, um anti-vírus e um vírus que sempre que se inicia aquele windows fica residente na memória e o anti-vírus manda uma mensagem irritantíssima que só desaparece (temporariamente) quando eu clico para ignorar.

Isto não me parece valorização do meu tempo ao contrario do que o sr. ballmer diz. isto roubou-me um dia inteiro!

E depois há a parte em que ele diz que o seu pessoal faz mais.
O que eu não consigo perceber é que se o seu pessoal faz mais, porque é que têm que ser outros a fazer correcções para os seu programas?

Diz também que as pessoas poupam dinheiro, mas que perdem três horas... Realmente eu não aconselho ninguém a copiar uma versão antiga do windows, vão perder bem mais de 3horas... Comprem a nova!
Mas a nova também já tem service pack! o Mydoom...

Eu quando instalo um linux perco de facto mais tempo, mas é porque instalo um sistema inteiro, seguro e pronto a usar!!

Gostei especialmente da parte em que ele diz que as pessoas valorizam as suas capacidades. É, de facto, muito complicado, colocar o xp home edition no leitor e ir beber um café, se entretanto a coisa correr mal, as pessoas mostram as suas capacidades num qualquer centro de atendimento técnico a tentar que lhe resolvam o problema à borla. Tudo porque no windows as pessoas tẽm que saber o que realmente estão a fazer; ou se calhar não...

Em relação ao que ele diz sobre as inovações da Microsoft eu vou deixar para outro post, agora vou apenas deixar a pergunta no ar: 5 anos para desenvolver um sistema operativo?



Continuando a entrevista ele acusa a IBM de que se o linux tiver um bug eles não vão corrigi-lo e que segundo ele, imaginemos que a alguém da comunidade lhe morre um familiar, ele já não corrigir o problema.

Este senhor já está enterrado até a cintura. Primeiro porque não sabe qual o papel da IBM na comunidade de desenvolvimento de software livre e depois porque se, de facto, morrer alguém a um voluntário, outro irá fazer a correcção! se os trabalhadores da microsoft são centenas da comunidade são milhões! Ao coitado do voluntário que perdeu o familiar, basta-lhe informar a comunidade que encontrou uma falha e que não pode corrigi-la.


Continua

quarta-feira, março 22, 2006

Hipocrisia


sapo messenger


Mais cromices é o que é!

Parcialmente extraido do artigo SAPO, Jingle e VoIP do site Software livre no Sapo


  • João Matos Says:

    o sapo é pelo software livre… alguém me explica isto:

    5- DIREITOS DE AUTOR DA PT.COM
    A PT.COM é proprietário ou legítimo detentor das licenças de todo o Software relacionado com o Serviço SAPO Messenger.

    A PT.COM cede a cada um dos Utilizadores do serviço uma licença pessoal, intransmissível e não exclusiva para o uso do serviço SAPO Messenger, encontrando-se expressamente vedado aos Utilizadores copiar, modificar, descompilar, criar quaisquer programas derivados, reverter ou de qualquer forma tentar descobrir qualquer fonte de código bem como vender, licenciar ou ceder por qualquer título a totalidade ou parte do Software disponibilizado.

    Encontra-se expressamente vedado aos utilizadores do serviço aceder ao SAPO Messenger através de formas modificadas do Software, designadamente com o objectivo de obter um acesso não autorizado ao Serviço SAPO Messenger.

    Os Utilizadores obrigam-se a não aceder ao Serviço por qualquer outra forma que não seja através dos meios disponibilizados pela PT.com para o efeito.

    Os Utilizadores obrigam-se a não vender, revender, alugar, reproduzir ou explorar de qualquer forma o Serviço SAPO Messenger disponibilizado pela PT.com.

    é bem mais facil pegar no que já existe e vender o pior é não dar ao utilizador os direitos…
    Ou estou enganado ou devem estar a desrespeitar alguma licença… estou enganado?
    Expliquem-me então!

  • Celso Says:

    João,

    Os termos de utilização em questão têm sido transpostos de serviço para serviço ao longo dos últimos 4 anos e não lhes temos dados a atenção suficiente nem os temos actualizado de acordo com a nossa visão e o nosso rumo.

    Claramente estão a necessitar de uma revisão. Esse processo de revisão acaba de ser iniciado pelo que em breve devemos uns novos.

    Sinceramente, obrigado pelo alerta.

    Como é óbivo e se pode ler aqui http://softwarelivre.sapo.pt/?page_id=27 nós incentivamos o uso dos nossos serviços através de protocolos abertos. Inclusivé 2006 vai ser um ano de agradáveis surpresas nesta área, para nós.

  • johnny.l.kid Says:

    Mesmo assim se voces usam esta clausula e usam codigo gpl - como tanto se gabam -, mesmo de outros programas estão a infrigir esta licença!!

    A coisas dificeis de perceber…
    Como é que é possivel dizerem-se pelo software livre e depois licenciarem os programas desta forma, que é mesmo anti/contra o conceito de software livre…

    E a própria ANSOL não faz nada!

    Qual é a desculpa agora?
    E que tal uma queixa na Free Software Foudation? Ou vão alterar o licenciamento de todas as versões anteriores do sapo messenger?

    E já agora, quando sair o messenger da netcabo com o codigo do sapo messenger e com outra imagem, não se esqueçam também da licença!

    Entretanto e a Netcabo, também é pelo software livre? já li num post deste blog que não deve ser… e vai usar este software que é baseado em software livre. estou um pouco confuso… alguém me ajuda?

    Já agora, aquela barra para o Internet Explorer, também é software livre? E é multiplataforma? Não me parece…

    Hipocrisia

  • Os textos acima escritos estão identificados pelos seus autores. Este artigo expressa a minha opinião e a resposta de Celso Martinho, Director de Tecnologia de Produto do SAPO. Ainda acho que há coisas que ficaram por esclarecer, visto o ultimo post não ter sido respondido. Vou investigar mais e depois apresentarei os resultados.

    Existem neste artigo marcas e nomes que são copyright e outras cenas manhosas dessas empresas.


  •